Há várias novidades a chegar ao Windows 11 que foram anunciadas, algumas delas já se encontram em teste no programa Windows Insiders. A ferramenta File Explorer, que permite gerir os ficheiros do computador, vai ser atualizada com novas funcionalidades, incluindo uma nova página principal com a possibilidade de afixar ficheiros, assim como aceder à atividade mais recente.

A integração do OneDrive com o File Explorer também foi restruturada, para facilitar o uso em casa e no trabalho. As informações de share também serão mais contextuais. Ou seja, sempre que selecionar um ficheiro para partilha, o sistema automaticamente faz a sugestão de contactos que talvez queira partilhar, de forma a diminuir o número de cliques no processo.

Ainda no que diz respeito ao explorador de ficheiros, foi também confirmada a inclusão de abas, uma funcionalidade que já era motivo de rumor e das mais pedidas pelos utilizadores. Este permite abrir diferentes abas na mesma janela, para explorar simultaneamente diferentes pastas, em vez de amontoar diversas janelas. A funcionalidade foi confirmada, mas ainda não tem data à vista.

Veja na galeria imagens de algumas novas funcionalidades do Windows 11:

O modo Foco também será mais fácil de aceder, com atalho direto sem a necessidade de ir primeiro à aplicação de relógio.

A Microsoft revelou que vai introduzir uma funcionalidade de reuniões online com ferramentas integradas diretamente no Windows 11. Este inclui quatro funcionalidades novas, tais como a melhoria na supressão do ruído de fundo, o enquadramento dos utilizadores, a possibilidade de desfocar a imagem de fundo e ainda o contacto visual.

São funcionalidades inteligentes que tiram partido nativo dos chips dos equipamentos, neste caso, será lançado primeiro em equipamentos com processadores da Qualcomm que tirem vantagem do NPU (unidade neural de processamento), tais como o Lenovo ThinkPad X13s. E mais tarde serão introduzidas funcionalidades semelhantes para processadores da ARM.

A funcionalidade de contato visual foi lançado primeiro no Surface Pro X, mas passará a ser integrado em outros equipamentos compatíveis. A tecnologia permite ajustes automáticos através de IA, que deteta a direção dos olhos durante uma chamada, garantindo que mantenha sempre contacto visual com a webcam durante uma reunião. O enquadramento automático servirá para manter o utilizador sempre focado durante a chamada, esteja sentado ou se mova da cadeira.

A Microsoft, nas palavras do gestor de produto do Windows, Paul barr, salienta que ao serem funcionalidades de IA integradas localmente nos equipamentos, as aplicações do Windows 11 terão um impacto mínimo na sua performance ou consumo de bateria, além de respeitarem a privacidade dos utilizadores.

Recentemente a Microsoft também tinha apresentado o Phone Link, a evolução da app your Phone, que permite uma maior integração dos smartphones Android ao Windows 11 no PC. E por isso a escolha do novo nome da app, que representa a conexão entre os dois equipamentos. A nova aplicação permite filtrar as notificações diretamente do PC, assim como fazer e receber chamadas sem tirar o smartphone do bolso. Obviamente que vai permitir utilizar as aplicações Android no computador via Windows 11.

O Phone Link apresenta uma nova interface onde são listadas as notificações, uma navegação através de abas, de forma aos utilizadores terem acesso aos conteúdos e funcionalidades do smartphone. A nova aplicação será introduzida na próxima atualização do Windows 11 e será de fácil configuração, recorrendo a um sistema de emparelhamento via código QR. Do lado do smartphone, a nova aplicação chama-se Link to Windows e partilha o mesmo ícone do Phone Link para ajudar a sua identificação.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.