A Microsoft revelou, entre as novidades da apresentação do seu novo sistema operativo, a integração do Teams no próprio Windows 11, libertando assim os utilizadores de instalar a aplicação. O Teams passa a estar disponível em qualquer equipamento, à distância de um toque, possibilitando a capacidade de se ligar a familiares e amigos, seja por conversação de texto, voz ou vídeo.

Os Widgets estão de regresso, numa "folha de vidro", alimentados por inteligência artificial para se adaptarem aos utilizadores e para serem fáceis de encontrar. Nos Widgets pode encontrar informações sobre desporto, meteorologia, tráfego, noticias locais e outros temas que lhe diga respeito.

Demonstrando o Windows a funcionar num tablet ou computador hibrido, quando retira o ecrã da dockstation, o ecrã adapta-se, e pode ser utilizado tanto na horizontal como vertical. A Microsoft promete uma maior consistência, com algumas mudanças subtis para melhorar a utilização, onde quer que utilize o sistema operativo. E até pode utilizar um stylus, para uma nova experiência de escrita, assim como o novo teclado virtual, permitindo usar a barra de espaço como cursor, por exemplo. Na escrita tem o corretor automático mais eficaz e até comandos de voz.

Clique nas imagens para ficar a conhecer as novidades do Windows 11

Confirma-se ainda a remodelação da loja da Microsoft integrada no Windows 11, podendo mesmo ter acesso a conteúdos multimédia, como filmes, comprá-los e fazer stream dos mesmos diretamente do sistema operativo. O gaming está no centro do Windows 11, e segundo Sarah Bond, vice-presidente da Xbox, foi criado um espaço no Windows 11 onde todos podem jogar, quebrando barreiras entre criadores e jogadores.

A responsável destacou que o seu primeiro jogo foi King's Quest 2 com o seu pai, num PC com o Windows, e por isso, quando joga com a sua filha, tem boas memórias, que serviram de inspiração para a nova experiência de integração dos videojogos no sistema operativo.

Os jogos vão ter melhor aspeto no Windows 11, com uma otimização de HDR para iluminação e cor, com o sistema Auto HDR, dando o exemplo de Skyrim, da Bethesda, onde foi mostrado a iluminação e texturas sobressaídas através da nova tecnologia. A velocidade dos jogos será maior no Windows 11, com o Direct Storage API, com a tecnologia semelhante ao que foi introduzido na Xbox Series X. Os drivers e hardware foram otimizados para os jogos, para acelerar o processo de carregamento e performance.

O Game Pass, através da app Xbox, está agora integrado no Windows 11, sem a necessidade de correr uma aplicação à parte, confirmando-se assim mais um rumor. O sistema cross-play e cloud gaming estará também integrado no novo Windows 11, permitindo saltar entre os equipamentos, sem interromper as sessões de jogo. Todos os equipamentos e acessórios ligados por USB ou Bluetooth serão totalmente compatíveis com o novo sistema operativo, sem necessidade e drivers e complicações para que funcionem.

A Microsoft dedicou parte da apresentação em homenagem aos criadores e developers, prometendo uma ajuda a criar negócios, seja ao nível do motor de pesquisa de ecommerce, ou trazer o seu próprio negócio para o Windows. "Nós vamos cobrar zero de comissões", explicou, dando o exemplo da Adobe que já se encontra na loja com uma parceria para as suas aplicações.

As apps de Android chegam também ao Windows 11, através da Windows Store ou da Amazon Store. É assim um "casamento" entre o Android e Windows, que vai facilitar certamente a utilização das aplicações Android em ambiente Windows 11, nos dispositivos móveis.  A Microsoft revelou que Samsung, Lenovo, Acer e claro Surface, vão começar a ser lançados com o Windows 11 de raiz.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.