Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Segurança Pública chinês, citados pela Reuters, a polícia investigou 7.400 casos de cibercrime, embora não tenha sido mencionado o período em que as detenções foram feitas.

"Os órgãos de segurança pública irão continuar as investigações e o combate ao cibercrime”, refere o ministério na nota publicada online. Os procedimentos atuais fazem parte de um programa de seis meses, lançado em julho, com o nome de código “limpeza da Internet”.

A campanha centra-se igualmente na eliminação de gangues criminosos online, visando também sites que forneçam “informação ilegal e prejudicial”, além de anúncios a pornografia, explosivos e armas de fogo e jogos de azar.

No total, a polícia disse que investigou 66.000 sites.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.