O Facebook Dating, a aplicação de encontros da empresa liderada por Mark Zuckerberg criada para ser a próxima “rival” do Tinder, já chegou à Europa, e Portugal pertence à lista de países onde estará disponível.

A plataforma que permite aos utilizadores encontrarem a sua cara-metade com base em interesses mútuos, como Eventos ou Grupos do Facebook, já estava disponível em vinte países e, desde o seu lançamento em 2019, a rede social conseguiu identificar mais de mil milhões e meio e matches.

Embora esteja integrada no Facebook, a aplicação afirma-se como uma experiência independente e é necessário criar um perfil para poder começar a usá-la. Nele, os utilizadores com mais de 18 anos terão de indicar que tipo de relação é que procuram, assim como preencher algumas informações sobre si e sobre as suas preferências.

É verdade que o Facebook Dating chega numa altura em que a realização de encontros presenciais não é recomendada, no entanto, os utilizadores que fizerem match podem conhecer-se melhor através de videochamadas.

Entre as funcionalidades da plataforma está também a possibilidade de partilhar momentos que sejam considerados importantes através das Stories do Facebook e Instagram. Já nos Grupos e Eventos, poderá encontrar outros utilizadores com interesses semelhantes aos seus. Por exemplo, quem sabe se não encontrará o amor da sua vida entre os participantes de uma palestra virtual de macramé ou então num grupo de fãs de séries televisivas obscuras?

Tem um “fraquinho” por um dos seus amigos do Facebook? Há uma funcionalidade onde pode selecionar até nove pessoas como Secret Crushes. Se, por acaso, uma delas estiver na plataforma e também o selecionar acontece automaticamente um match. A rede social assegura que se uma das Paixões Secretas não estiver inscrita no Facebook Dating esta nunca vai saber que foi selecionada.

Recorde-se que, inicialmente, a data de lançamento do Facebook Dating na Europa estava marcada para 13 de fevereiro. No entanto, os planos que previam uma chegada mesmo a tempo do dia de São Valentim acabaram por ser adiados devido uma investigação da Comissão de Proteção de Dados irlandesa (DCP na sigla em inglês).

Facebook Dating já não chega à Europa a tempo do dia de S. Valentim devido a escrutínio de regulador irlandês
Facebook Dating já não chega à Europa a tempo do dia de S. Valentim devido a escrutínio de regulador irlandês
Ver artigo

Em questão, na altura, estavam possíveis problemas de privacidade, uma vez que o Facebook não tinha disponibilizado informações suficientes acerca da forma como os dados dos utilizadores são recolhidos e tratados.

Em comunicado, o Facebook afirma que a privacidade dos utilizadores da plataforma é uma prioridade e que trabalhou com especialistas para ajudar a criar um ambiente mais seguro, lembrando que há a possibilidade de “bloquear e denunciar qualquer pessoa, ou proibir alguém de enviar fotos, vídeos, links, ou até formas de pagamento”.

A empresa indica também que a atividade dos utilizadores não vai ser partilhada com ninguém fora da plataforma e que não serão sugeridos amigos do Facebook e Instagram como potenciais matches nem serão notificadas quaisquer pessoas que estejam na plataforma.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.