Cerca de 6 milhões de americanos adultos já compraram medicamentos pela Internet e a maioria garante estar satisfeita com os resultados obtidos, o que faz prever o aumento das vendas e mesmo da oferta.



Os dados fazem notar que a grande maioria de clientes destes produtos já haviam comprado os mesmos medicamentos em farmácias comuns, com receita médica. Cerca de 70 por cento dos entrevistados insere-se neste grupo, contra 30 por cento que afirmam recorrer à Internet para obter produtos para os quais nunca tiveram prescrição médica.



Os produtos mais requisitados pelos compradores de medicamentos via Internet são o Lipitor (por 13 por cento dos inquiridos), o Viagra (para 7 por cento) e o Celebrex (para 6 por cento).



Segundo o mesmo documento, para os utilizadores de Internet a principal preocupação com este tipo de oferta é a segurança, garantem 61 por cento dos inquiridos pela Harris Interactive, numa sondagem realizada para o The Wall Street Journal Online. Uma percentagem mais reduzida considera que pode ser mais perigoso (39 por cento).



Notícias Relacionadas:

2002-03-12 - Comprar medicamentos online sai mais caro que fazê-lo nas farmácias


2001-02-22 - Venda de drogas cresce online

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.