O exemplar foi posto à negociação com um valor de 300 mil dólares, qualquer coisa como 230 mil euros, que foi ultrapassado. Quem levou para casa este exemplar dos primórdios da Apple e da história da computação pessoal pagou 387.750 dólares ou 297,3 mil euros, o equivalente a 630 salários mínimos.



O valor final do leilão não foi tão elevado como se esperava. Tal como o TeK tinha escrito, as estimativas dos analistas apontavam para valores na ordem do meio milhão de dólares. Mesmo assim, foi a maior soma de sempre paga num leilão online organizado pela empresa, uma das maiores leiloeiras do mundo.



O Apple 1 vendido esta terça-feira foi, como explicava a Christie's na apresentação do produto, um dos primeiros 25 computadores desta gama criado pela dupla Steve Jobs / Steve Wozniak em 1976. Mais precisamente, foi o 25º computador a ser montado (à mão) pelos fundadores da Apple, como mostra o número de série 01-0025.

[caption]Apple 1[/caption]

Estas peças de museu já provaram que são hoje um produto apetecível para os colecionadores e os valores astronómicos sucedem-se, cada vez que um é posto à venda. Na Alemanha foi recentemente vendido outro exemplar - neste caso com ecrã incluído - por valores que ultrapassaram os 600 mil dólares.



No leilão da Christie's foram colocados à licitação outros produtos tecnológicos, numa operação que teve como tema "tecnologia icónica do século XX". A maioria dos produtos têm a marca da Apple.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.