O projeto consiste em colocar na estratosfera, a 20 mil metros do solo - a uma altura duas vezes acima da dos aviões e dos fenómenos meteorológicos - uma série de balões com antenas que, levados pelas correntes de ar, flutuam ao redor da Terra. Em baixo são colocadas outras antenas que "comunicam" com aquelas instaladas nos balões, para gerar acesso à Internet.

Segundo avança a imprensa brasileira, os balões da Google serão lançados nos céus de Campo Maior na próxima semana, primeiramente com o objetivo de assegurar a ligação de uma das unidades escolares do município à grande rede.

A confirmar-se o lançamento, a região será a primeira no Brasil e uma das primeiras do mundo a estrear o programa da Google.

O projeto começou, oficialmente, em junho de 2013 com uma experiência piloto na Nova Zelândia, onde um pequeno grupo de pioneiros do projeto testou a tecnologia.

Com o Loon a Google quer levar Internet gratuita a regiões de difícil acesso, uma altura em que duas em cada três pessoas no mundo está privada desse acesso, algo que pode "mudar vidas em áreas como educação, saúde e agricultura, entre muitas outras", sublinha a empresa no site do projeto.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.