Depois de "bombeiro", com 48% dos votos, surge "irrevogável", com uns distantes 17%, e "inconstitucional", com 10% das participações.

"Grandolada" (8%), "Papa" (6%), "pós-troika" e "swap" (3%), "coadoção", "piropo" e "corrida", (2%) completam os restantes lugares do top 10 da votação que decorreu quase ao longo de um mês através da página www.portoeditora.pt/palavradoano.

Lembrando a razão pela qual o Departamento de Dicionários da Porto Editora selecionou como candidata a palavra "bombeiro" - o facto de, neste verão, os bombeiros terem demonstrado uma enorme coragem no combate aos violentos incêndios que destruíram florestas e roubaram vidas - pode-se concluir, pela votação esmagadora obtida, que os portugueses terão querido prestar uma homenagem aos bombeiros.

Recorde-se que em 2012 a palavra vencedora tinha sido "entroikado".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.