Em 2009, perto de 99% do tráfego online era gerado a partir do desktop. Com a ascensão dos smartphones e a banalização das ligações à Internet móvel, os computadores pessoais têm perdido peso, como plataformas de acesso à Internet, embora continuem a dominar, com uma quota de 80%.



Ao longo dos últimos 12 meses, a utilização de Internet a partir de dispositivos móveis cresceu 7 pontos percentuais, ou 53%. Já o acesso à Internet através de computadores através do desktop (que nesta caso inclui PC de secretária e portáteis) caiu 2% para os já referidos 80%, apenas nos últimos três meses.



No site da StatCounter é possível verificar que o Android lidera nos browsers móveis, com uma quota acima dos 25%. O Chrome, que passou entretanto a ser a opção para navegação na Internet no sistema operativo móvel gerido pela Google soma já uma quota de 7%.



O iPhone e o seu Safari surgem na terceira posição e o browser da Opera na terceira posição, como é possível confirmar no gráfico abaixo.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.