Com mais informação destinada aos utilizadores finais e estudantes e uma navegação melhorada, o novo portal do CERT.PT está agora mais apto a servir de ponto de entrada para informação sobre segurança para internautas e empresas. Lino Santos, responsável pela equipa do CERT.PT que funciona na FCCN, explicou ao TeK que o objectivo é agora alargar a rede em Portugal, com a criação de novos centros orientados às necessidades específicas dos vários sectores.

A Administração Pública é um dos primeiros alvos desta tentativa de alargamento, pelo que o CERT.PT está já a trabalhar com a UMIC para se criarem centros de segurança dentro da administração central. A par deste objectivo Lino Santos adiantou que irá realizar-se uma acção de formação no mês de Junho, com a parceria do INA, através da qual se pretende introduzir o conceito de CERT aos funcionários públicos.

Com o desejado alargamento da rede de CERTs em Portugal o CERT.PT poderia posicionar-se como uma entidade coordenadora da rede nacional, em ligação estreita com os centros regionais e as entidades de certificação, assim como com a Task Force europeia. Lino Santos admite que o CERT.PT poderá servir de pólo de formação de técnicos mas também de entidade certificadora a nível nacional.

O CERT.PT foi criado em 2002 na FCCN e funciona em coordenação com a Universidade de Carnegie Mellon nos EUA, que coordena os vários centros espalhados pelo mundo. Só este ano a equipa portuguesa já tratou mais de 500 incidentes de segurança informática, causados por vírus, spyware ou outras formas de intrusão informática.

Lino Santos admite porém ao TeK que não existe em Portugal uma entidade que tenha conhecimento profundo da actividade maliciosa que existe. Para lá das queixas à Polícia Judiciária, que são poucas, o responsável do CERT português afirma que a informação que existe é avulsa.

Por isso mesmo, quando questionado sobre um bom exemplo de funcionamento de CERTs num país, Lino Santos admite que o exemplo óptimo é a Finlândia, onde a legislação obriga a que qualquer incidente informático seja reportado a um CERT.

Notícias Relacionadas:

2005-06-03 - Utilizadores e ISPs portugueses mais conscientes das ameaças online

2003-09-22 - CERT e Departamento de Segurança criam centro para prevenção e resposta a ciberataques

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.