A política das autoridades de Pequim é conhecida e há levou a medidas extremas no combate à dependência da Internet e de jogos online que captam o interesse de muitos jovens chineses. Numa nova investida a agência noticiosa estatal Beijing News comunicou hoje que foram encerrados os acessos a 45 sites considerados ilegais.

Os sites de jogos "encorajavam os jogadores a envolver-se em actividades ilegais, como tráfico de drogas e prostituição", esclarece a mesma fonte.

Até ao final do ano deverá ser realizada uma análise mais rigorosa aos jogos online que podem ser acedidos pelos cidadãos chineses, aprovando os que são considerados válidos e fechando o acesso aos que contêm conteúdos violentos ou pornográficos.

Até agora já terão sido analisados mais de 200 sites de jogos online no âmbito desta campanha, levando ao encerramento do acesso aos 45 sítios reportados.

Ainda no início do mês as autoridades tinham anunciado que os sites de música online vão passar a necessitar de uma autorização prévia para disponibilizarem estes conteúdos na Internet, uma medida que entra em vigor a 31 de Dezembro.

Em Junho o governo de Pequim foi obrigado a recuar no plano de instalação de um software de filtragem de acesso Internet em todos os computadores devido à forte oposição à medida que surgiu a nível interno e internacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.