Death Stranding não é só um dos jogos mais antecipados do ano, mas também um dos mais misteriosos. O estúdio de Hideo Kojima, responsável pelo desenvolvimento do título, já lançou várias imagens e vídeos, mas nada disso ajudou a desvendar a premissa do jogo, que parece ser uma obra conceptual da mente que está por detrás de Metal Gear Solid, uma das mais aclamadas sagas das consolas. No entanto, o jogo está ligeiramente atrasado.

"Death Stranding está ligeiramente atrasado relativamente ao calendário que tínhamos traçado, mas não muito", esclareceu Kojima em entrevista ao site japonês J-Wave.

Note que o estúdio ainda não adiantou uma janela de lançamento para o jogo. Tudo o que se sabe é que o título vai chegar ao mercado ainda antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que se realizam no verão de 2020. Na melhor das hipóteses, isto significa que o jogo vai estar disponível no final de 2019, sendo que o primeiro trimestre do próximo ano é uma meta mais realista.

É comum vermos jogos a não cumprirem com o calendário inicial de lançamento, pelo que a notícia não deverá apanhar ninguém de surpresa, especialmente se a isto somarmos o facto de este ser o primeiro jogo independente da Kojima Productions. Recorde-se que o jogo vai contar com a participação de atores internacionalmente reconhecidos, como Norman Reedus, Léa Seydoux e Mads Mikkelsen. O realizador Guillermo Del Toro também estará presente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.