Mais de um ano depois do jogo conhecido por “Baleia Azul” e que apelava ao suicídio e comportamentos de automutilação ter gerado o alarme entre pais e educadores, há um novo desafio na internet que está debaixo da mira das autoridades de vários países.

Baleia Azul: Centro de Internet Segura confirma três situações de denúncia e pedido de ajuda
Baleia Azul: Centro de Internet Segura confirma três situações de denúncia e pedido de ajuda
Ver artigo

Denominado “Momo”, o jogo é disseminado através do WhatsApp e do Minecraft e pode ser usado para roubar informação pessoal ou enviar vírus, incitar à violência e ao suicídio. Há utilizadores que relatam que receberam mensagens agressivas ou chamadas durante a madrugada.

Tudo começa quando se adiciona à lista de contatos do WhatsApp um dos cinco números que, para já, estão associados ao fenómeno. Assim que o utilizador enviar uma mensagem ao contato com uma fotografia de uma personagem feminina assustadora, dá início a uma série de acontecimentos que as autoridades classificam como perigosas.

Embora ainda não se saiba a origem da “Momo”, o primeiro alerta chegou há três semanas pela Unidade de Investigação em Crimes Informáticos do estado de Tabasco, no México, e que em comunicado explicaram que o jogo viral estaria a ser usado para roubar informação pessoal e dados financeiros assediar e extorquir os participantes, entre outros transtornos.

Alguns especialistas já emitiram avisos a pedir aos jovens que não adicionem o contato com estas caraterísticas, devendo bloqueá-lo e denunciar ao WhatsApp.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.