Numa acção conjunta que envolveu o FBI, o Departamento de Segurança do governo americano, a polícia e a task force para os crimes contra as crianças, foram detidas na sexta feira nos Estados Unidos 65 pessoas, suspeitas da troca de conteúdos pornográficos infantis, via Internet.



A operação, que o FBI baptizou de Peer Pressure, implicou mais de 350 buscas a computadores e material informático e resulta de uma investigação que teve início no Outono do ano passado, avança a C|Net.



Em comunicado, representantes das redes envolvidas na operação garantiram ter dado todo o suporte necessário à operação, desde o primeiro momento. Uma declaração da Distributed Computing Industry Association, que representa algumas redes P2P - como a Sharman Networks - especifica que a organização está a colaborar com as autoridades desde Outubro do ano passado.



Recorde-se que as redes peer-to-peer tem estado no centro da discussão política nos Estados Unidos. A pressão por parte da indústria discográfica será uma das principais razões, dadas as suspeitas de troca de ficheiros de música de forma ilegal através destas plataformas, assim como a pornografia infantil.



Numa tentativa de controlar o problema, a legislação já foi alterada e é agora mais dura, impondo uma pena mínima de cinco anos de prisão para os culpados pela distribuição de conteúdos pornográficos via Internet, sendo que as penas podem atingir os 20 ou 40 anos, caso o arguido seja reincidente.



Numa das últimas discussões no Senado norte-americano sobre a abundância de conteúdos pornográficos infantis nas redes peer-to-peer foi lida uma carta enviada a um senador democrata pela P2P United. O documento explicava que a organização - e os sites que lhe estão associados - está empenhada em combater esta situação e admitia, pela primeira vez, estar a trabalhar com o FBI contra a pedofilia.



Segundo este documento a cooperação com as autoridades resultará nos próximos meses na publicação de listas com nomes de pedofilos nos vários sites P2P (ver Notícias Relacionadas).



Notícias Relacionadas:

2004-05-07 - FBI e redes peer-to-peer colaboram na luta contra a pedofilia

2003-09-30 - Redes peer-to-peer adoptam código de conduta

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.