Portugal ocupa a 7ª posição do ranking, destacando-se no leque dos 28 países analisados e garantindo uma performance acima da média (0.55 contra 0.47, numa escala que vai até 1).

Os dados apurados revelam que 43% dos utilizadores de Internet em Portugal usam os serviços online para preencher e entregar formulários a entidades públicas, 10% acima da média europeia. Também mostram que os serviços públicos digitais em Portugal estão entre os mais sofisticados da União Europeia.



"Graças a um esforço continuado e concertado da Administração Pública portuguesa para desenvolver e disponibilizar os seus serviços online a empresas e cidadãos, Portugal sai-se significativamente bem neste campo", destaca o relatório.

Neste domínio, a área onde se identifica maior espaço para melhorias é a da saúde, onde se sublinha que Portugal continua muito atrás da média europeia no que se refere à prescrição eletrónica.



Os dados citados indicam que só 3,1% das receitas médicas seguem hoje por via eletrónica para as farmácias, um número que deverá no entanto alterar-se de forma significativa até final do ano, se forem cumpridas as metas definidas numa iniciativa recentemente apresentada e que o TeK já noticiou.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.