Um link partilhado através do YouTube terá um período médio de vida de 7,4 horas. Uma ligação publicada através de email ou de um sistema instantâneo de mensagens tem um período médio de vida de 3,4 horas. Um link publicado no Facebook tem vida durante 3,2 horas, enquanto uma ligação publicada no Twitter consegue chamar a atenção de quem passa pelo serviço durante 2,8 horas, em média.


As conclusões são de um estudo publicado pelo Bit.ly, um serviço para encurtar links, que analisou a questão medindo o tempo que um link leva a obter metade de todos os cliques que irá receber. O contador começa a funcionar logo depois da ligação atingir o seu pico de popularidade.


O facto de diferentes plataformas mostrarem os links de formas distintas e a própria rotatividade dos conteúdos em cada site, ajudarão a explicar a maior ou menor capacidade de uma morada eletrónica para chamar a atenção. O conteúdo do link será outro aspeto relevante. Será aliás o mais relevante em muitos casos, demonstra a análise.


Em termos genéricos, a empresa conclui que um link consegue, em média, captar a atenção durante 3 horas, a não ser quando a publicação acontece no YouTube, onde os dados apurados revelam que uma ligação publicada consegue chamar a atenção de quem passa durante mais tempo.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Comportamento de mil links publicados em diferentes plataformas




Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.