O gabinete europeu de patentes (EPO - European Patent Office) anunciou ter celebrado um acordo com a Google que vai permitir recorrer à tecnologia da empresa para traduzir patentes para os idiomas dos 38 Estados membros da organização.

O memorando de entendimento, assinado ontem, prevê a tradução, para os 29 idiomas falados entre os países membros do EPO, de patentes registadas na Europa ou com origem noutros locais do globo mas que gozem de protecção em território europeu.

O objectivo é dotar as empresas, inventores e cientistas europeus de traduções das patentes de uma forma rápida e barata, afirma o EPO num comunicado oficial.

O organismo explica que actualmente uma patente pode ser registada num dos três idiomas oficiais do gabinete: inglês, francês ou alemão. Depois é ainda necessário que esta seja traduzida (às custas dos próprios) para as línguas dos países onde querem que esta tenha aplicação.

A complexidade do sistema dificulta também a procura de informação sobre as por parte de quem procura processos que se encontrem registados num idioma que não o seu.

Outro dos objectivos da colaboração assinada é facilitar o processo de decisão dos países para encontrarem um processo único e simplificado para o registo de patentes em toda a Europa, que se tem revelado difícil.

Para a Google, o projecto significa a possibilidade de melhorar o seu sistema de traduções, com o EPO a facultar cerca de 1,5 milhões de documentos, um número ao qual são acrescentados cerca de 50 mil novas patentes por ano.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.