O Facebook está a desenvolver uma versão do Instagram para jovens com menos de 13 anos, um projeto que ainda está numa fase preliminar de produção. A informação foi partilhada internamente pelo vice-presidente de produto do Instagram, Vishal Shah, que o BuzzFeed teve acesso.

Nesse memorando, é referido que o projeto ia avançar e que o trabalho com os jovens era uma prioridade para o Instagram, na construção de um novo pilar da rede social. O projeto vai focar-se em dois aspetos principais: acelerar o trabalho nas questões de integridade e privacidade para garantir a experiência mais segura possível para os adolescentes; e a construção de uma versão do Instagram que permita aos jovens abaixo dos 13 anos utilizarem a rede social pela primeira vez.

O projeto será supervisionado pelo próprio líder da rede social, Adam Mosseri e liderado por Pavni Diwanji, vice-presidente do Facebook que tem no seu currículo o trabalho no YouTube Kids e outros produtos direcionados aos mais novos no seu período na Google.

Apesar de oficialmente os jovens abaixo dos 13 anos não poderem utilizar a app do Instagram, segundo as regras da COPPA (Children's Online Privacy Protection Act), as datas de nascimento são alteradas para contornar as mecânicas de verificação de idade. Por isso, a rede social está a desenvolver mecanismos baseados em inteligência artificial e machine learning para ajudar a proteger os menores, segundo afirma a rede social no seu blog.

Uma das medidas de segurança introduzidas para proteger os jovens é a impossibilidade de os adultos enviarem mensagens a utilizadores com menos de 18 anos que não as sigam. Por exemplo, se um adulto tentar enviar uma mensagem a um adolescente que não o siga, vai receber uma notificação que isso não será possível fazer.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.