É um dos sites de encontros e pesquisa de parceiros sexuais mais usado em todo o mundo e Portugal não será exceção. Tem uma falha de se segurança que foi encontrada e explorada e graças a isso milhões de dados pessoais e informações sobre as preferências sexuais de quem recorre ao serviço foram parar a fóruns de Internet.



O problema está a ser reportado pelo Channel 4 britânico, referindo que há 3,9 milhões de contas visadas pelo ataque, um número bastante significativo mesmo para um universo global de 63 milhões de utilizadores como o do Adult FriendFinder.



Endereços de email, nomes de utilizador ou datas de nascimento dos membros são alguns dos dados a que os atacantes que exploraram a falha conseguiram chegar. Mas não foram os únicos. Diz o Channel 4 que também chegou a terceiros informação sobre o tipo de serviços contratados por cada membro através do site e vários detalhes relativamente às preferências sexuais dos utilizadores, que podem ser definidas por cada um no respetivo perfil, para encontrar mais facilmente o que se procura.



A falha foi reportada originalmente há um mês pelo investigador Bev Robb, depois de encontrar informação na dark web, uma espécie de submundo da Internet inacessível através dos motores de pesquisa comuns. Na altura não foi revelado o nome do site envolvido, mas o investigador já garantia que os dados recolhidos através do ataque permitiam facilmente identificar milhares de utilizadores e revelava que muita da informação recolhida estava a ser partilhada em fóruns online.



A FriendFinder entretanto comentou o ataque e reconheceu que já está em marcha uma investigação, com a colaboração das autoridades.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.