Os contribuintes com rendimentos que não provenham de pensões e de trabalho por conta de outrem têm de entregar as suas declarações de IRS até amanhã, dia 31 de Maio, mas os Técnicos Oficiais de Contas estão a pedir o prolongamento do prazo, queixando-se de problemas informáticos.

Um manifesto intitulado “Vítimas do Portal das Finanças”, promovido por um grupo que tem uma página no Facebook, refere vários obstáculos à entrega das declarações e afirma que os contribuintes não podem ser culpabilizados pela ineficiência da Administração Fiscal.

Além dos problemas informáticos que são relatados por várias fontes, e que se relacionam com a indisponibilidade do portal na entrega das declarações, os Técnicos de Contas queixam-se ainda da sobreposição dos prazos, com a entrega de IRS e IRC a terminar no mesmo dia.

O bastonário da Ordem de Técnicos Oficiais de Contas também se manifestou contra a manutenção do prazo de entrega do IRC e do modelo 3 da 2ª fase do IRS, aconselhando ao não pagamento de multas por incumprimento.

Recorde-se que a entrega das declarações de IRS em papel já terminou em Abril, restando agora aos contribuintes a utilização da plataforma online, que garante vantagens de rapidez também na recuperação do reembolso.

Na semana passada o Ministério das Finanças comunicou um adiamento do prazo da entrega declaração da
Informação Empresarial Simplificada (IES) por mais um mês, para Agosto, justificando com a alteração do documento da declaração.

De acordo com os dados do tem Portal das Finanças, já foram entregues mais de um milhão de declarações de IRS na segunda fase, que se somam aos 2,75 milhões entregues na primeira fase, mas os números ainda estão longe dos alcançados em 2010, com a entrega da declaração de 2009.

[caption]quadro[/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.