Em 2023, os sistemas de deteção da Kaspersky identificaram quase 125 milhões de ficheiros maliciosos. Em média, foram descobertos 411.000 ficheiros maliciosos todos os dias. O valor representa um aumento de quase 3% em comparação com 2022.

De acordo com os investigadores, o Windows continuou a ser o principal alvo de ciberataques, sendo visado por 88% de todos os ficheiros com malware detetados diariamente.

As famílias de malware disseminadas através de scripts e diferentes formatos de documentos estão entre as três principais ameaças, representando 10% de todos os ficheiros maliciosos detetados diariamente.

Deteção de ficheiros maliciosos
Número médio diário de ficheiros maliciosos detetados pelas soluções de segurança Kaspersky de 2019 a 2023 créditos: Kaspersky

Os sistemas de deteção da empresa de cibersegurança registaram um aumento diário significativo de ficheiros maliciosos em vários formatos de documentos. Neste caso, o aumento foi de 53%, para cerca de 24.000 ficheiros.

Segundo os investigadores, esta subida pode estar ligada a um aumento dos ataques de phishing que utilizam ficheiros PDF concebidos para roubar dados de potenciais vítimas.

Os trojans continuam a ser o tipo de malware mais difundido. Este ano, houve um aumento no uso de backdoors, que se destacam como um dos tipos mais perigosos de trojans, com um crescimento de 15.000 ficheiros detetados por dia em 2022 para 40.000 em 2023.

"O cenário das ciberameaças continua a evoluir, tornando-se mais perigoso ano após ano”, afirma Vladimir Kuskov, Chefe de Pesquisa Anti-Malware da Kaspersky, citado em comunicado.

O responsável indica que, a par do desenvolvimento de novo malware, técnicas e métodos para atacar organizações e indivíduos por parte dos cibercriminosos, o número de vulnerabilidades reportadas está a aumentar anualmente e “os agentes de ameaças, incluindo os grupos de ransomware, utilizam-nas sem hesitar”.

A barreira de entrada no cibercrime está agora a ser reduzida devido à proliferação da IA, que os atacantes utilizam, por exemplo, para criar mensagens de phishing com textos mais convincentes”, afirma Vladimir Kuskov, acrescentando que é essencial que tanto utilizadores particulares como grandes organizações adotem soluções de segurança fiáveis.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.