São mais 100 mil os voluntários registados para vigiar a fronteira entre os Estados Unidos e o México através da Internet, numa iniciativa promovida pelo Governo norte-americano para combater a imigração ilegal e o tráfico de droga.

O projecto implicou um investimento de perto de dois milhões de dólares e compreende a instalação de 200 câmaras ao longo dos mais de 2.000 quilómetros de fronteira que separam o México dos EUA, assim como toda a parte de gestão online, feira pela empresa BlueServo, refere o El País.

Uma vez registados, os "vigilantes virtuais" terão de controlar as imagens recolhidas pelas câmaras e estar atentos a movimentos suspeitos, reportando os mesmos às autoridades num contacto feito por correio electrónico.

Desde Novembro último, altura em que a iniciativa foi lançada, foram capturados mais de 900Kg de marijuana e invalidados 30 potenciais casos de imigração ilegal.

Aqueles que se opõem ao projecto asseguram que as câmaras pouco contribuem para prevenir as actividades ilegais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.