Duas apps falsas, WinkChat e GlanceLove, chegaram a estar disponíveis na loja digital Google Play, supostamente dedicadas a encontros amorosos. Tratou-se no fundo de um estratagema do Hamas para obter informações pessoais dos telemóveis dos militares israelitas e a sua respetiva localização.

Segundo noticia o The Guardian, cerca de 100 militares do IDF (Forças de Defesa de Israel), homens e mulheres, fizeram o download das apps. O esquema já terá sido desmantelado depois da investigação Operação Coração Partido, levada a cabo pelo exército israelita.

As aplicações estavam disponíveis em dispositivos Android e após a sua instalação, instalava um malware que dava acesso aos contactos e localização dos telemóveis, transformando os smartphones em sistemas de vigilância através da câmara e microfone.

tek hamas

Em esclarecimentos, o porta-voz israelita refere que não houve danos à segurança. Segundo a investigação, os soldados seriam contactados através do Facebook, a partir de perfis falsos de mulheres, que depois da conversa trocavam contactos de WhatsApp. As vítimas recebiam depois um link para aceder às respetivas apps disponíveis no serviço da Google.

Para além das apps de encontros, uma outra aplicação ligada ao Mundial de Futebol 2018 pertencia também ao esquema. Chamava-se Golden Cup e supostamente oferecia as melhores jogadas do campeonato. Esta estava a ser publicitada em hebraico no Facebook e tinha um aspeto muito profissional, segundo fonte da investigação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.