Um estudo realizado pela F-Secure revela que os homens estão, em regra, mais conscientes relativamente à quantidade de conteúdos que expõe na Internet. Também revela que é do lado masculino que os serviços de armazenamento na cloud são mais usados. Os backups regulares de conteúdos são igualmente uma prática com maior sucesso junto de homens, que entre as mulheres.



A pesquisa aponta que 23% dos homens inquiridos não sabem exatamente que quantidade de dados digitais tem online. Nas mulheres essa percentagem sobe para 46%. No que se refere aos backups, a diferença entre homens e mulheres que os fazem frequentemente é de 77% para 75%. Nos serviços cloud, 25% dos homens garante que os usam, contra 21% das mulheres.



Elas revelam-se mais preocupadas com a segurança e a privacidade dos seus dados e com a forma como estes ficam disponíveis na Internet. No entanto, são as maiores adeptas da partilha de imagens e outros conteúdos nas redes sociais: 39%, contra 34% dos homens.



Entre homens e mulheres, o Facebook lidera nas preferências, quando o objetivo é partilhar conteúdos. O YouTube surge na segunda posição para ambos os sexos, mas também aqui há ligeiras diferenças. A percentagem de mulheres que usa o Facebook é maior que a de homens. Acontece o mesmo com os homens no que se refere à utilização do YouTube.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.