Investigadores britânicos e suíços desenvolveram um estudo no qual propõem uma rede de Internet alternativa, uma que privilegia o anonimato e que não apresenta os pontos negativos de redes como a TOR - neste caso específico, a “lentidão” no carregamento de conteúdos.

Para que os dados possam ficar anónimos, os conteúdos são cifrados em várias etapas, o que acaba por atrasar a visualização das informações. Já a Hornet, como é apelidada pelos seus criadores, permitiria que fossem transferidos dados até 93Gbps.

O segredo está na forma como a informação navega entre servidores e como a Hornet lida com a codificação e descodificação da mesma. A rede terá, alegadamente, ainda a vantagem de aguentar melhor a escalabilidade do sistema, algo que a TOR também faz com dificuldade, como salienta a BBC.

Os investigadores acreditam ainda que por eliminarem alguns passos da cadeia de processamento da informação, estão também a garantir uma maior segurança aos utilizadores.

Mas a Hornet não passa para já de um conceito. O estudo tem ainda de enfrentar a revisão da comunidade académica para que possa ser considerado válido e aplicável.

Os interessados podem ler as principais conclusões da investigação aqui:

HORNET anonymity network

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.