Um projecto denominado eStar pretende ligar uma rede de, no mínimo, seis telescópios no mundo, três em cada hemisfério, num sistema remotamente controlado via Internet, noticiou recentemente a BBC News Online.



Esta rede, desenvolvida pela Liverpool John Moores University, a University of Exeter e a University of Liverpool, estará disponível para astrónomos, estudantes ou amadores que queiram utilizá-la para pesquisa ou simplesmente para observar os corpos celestes acerca dos quais estejam curiosos.



O sistema irá recorrer a software inteligente para a detecção automática de objectos e fenómenos interessantes acedendo a bases de dados online e depois mobilizando os telescópios para a verificação dos resultados, explica a BBC. O eStar - uma espécie de sigla para eScience Telescopes for Astronomical Research - já tem três telescópios a funcionar.



Segundo Dave Carter, um cientista envolvido no projecto, em declarações à BBC News Online, esta rede de telescópios vai permitir que os astrónomos observem permanentemente objectos sem os perder de vista, situação não que acontece quando se usa um único ponto de observação.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.