Depois de uma série de ataques a sites de empresas e instituições reclamados no início da semana, o LulzSec Portugal garante ter conseguido ter acesso às bases de dados das sedes distritais dos dois maiores partidos nacionais. E está a divulgar informações para prová-lo.

Os alvos terão sido o PSD Setúbal e PS Faro, cujas (alegadas) informações confidenciais foram parar a serviços de alojamento e partilha de dados online, como o Pastebin.

Os links para os documentos com a informação estão a ser partilhados pelo grupo, que publicou ontem a última atualização à informação disponibilizada, referente a dados roubados dos sistemas informáticos do PSD Setúbal.

De acordo com a informação publicada pelo grupo português de hacktivistas no seu perfil do Twitter, entre os dados a que tiveram acesso encontram-se, nomeadamente, endereços de email e números de telefone.

Os documentos acessíveis online apresentam aquilo que parecem ser informações de agenda das sedes distritais, tanto do PSD Setúbal, como do PS Faro - que também viu os seus dados publicados ontem.

Na segunda-feira o grupo afirmava ter levado a cabo mais de uma dezena de ataques durante o fim-de-semana. Entre os visados encontravam-se, por exemplo, os sites do PSD Lisboa, Freeport, Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, Parque Temático da Madeira, o Sapo ou a RTP. Alguns dos sites continuavam inacessíveis ou com conteúdos manipulados pelos hackers à hora a que o TeK verificou a informação avançada pelo LulzSec.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.