Com resultados ainda preliminares, o estudo “Digital by Default: Impacto Económico e Fatores de Sucesso”, desenvolvido pelo Center for Business Innovation da Porto Business School, concluiu que um avanço na transformação digital apenas do lado do Governo pode trazer poupanças na ordem dos 400 milhões de euros por ano.

Apresentada no evento “Chave Móvel Digital”, a pesquisa teve como base os exemplos do Reino Unido, Estónia e Dinamarca, bem como estudos internacionais de benchmarking e dados portugueses, e mostra que o impacto será ainda mais significativo se os cidadãos e as empresas forem incluídos nessa digitalização.

Chave Móvel Digital: Uma “chave” no smartphone dá-lhe acesso aos serviços online. Veja como funciona
Chave Móvel Digital: Uma “chave” no smartphone dá-lhe acesso aos serviços online. Veja como funciona
Ver artigo

Partindo de uma base de transparência, confiança, inclusão, envolvimento e participação, uma estratégia de Digital by Default deverá permitir que os serviços públicos estejam disponíveis online, prontos para dispositivos móveis, fáceis de usar e acessíveis, bem como uma interligação com os cidadãos e as empresas.

Desta forma e segundo dados apresentados no estudo, uma aceleração da transformação digital pode gerar um impacto líquido total entre os 6,5 e 10 mil milhões de euros por ano na União Europeia. A nível mundial, a digitalização dos governos poderá gerar até um trilião de dólares por ano em valor económico

As iniciativas “Empresa na Hora”, “Marca na Hora” e “Registo Comercial Online” são alguns dos exemplos apontados como casos de sucesso e que, até julho de 2009, geraram poupanças de cerca de 54,6 milhões de euros e uma redução em 36 minutos do tempo médio necessário para criar uma nova empresa.  

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.