A partir de 19 de setembro, o Twitter vai fazer algumas alterações às publicações no seu serviço. É verdade que não vai abandonar os 140 carateres que caraterizam os tweets desde sempre, mas arranjou forma de “rentabilizar” a situação.

As novas contas que vão permitir aos tweets “crescerem” deixam de fora links, citações, imagens e nomes de utilizadores. Para os 140 carateres vai contar apenas aquilo que é escrito pelo utilizador.

As alterações à forma como publicamos conteúdo na rede social tinham sido anunciadas em maio último, mas ainda não estavam em vigor. Segundo o The Verge, tal deverá ocorrer a partir do próximo dia 19 de setembro, embora não tenha ficado explícito se a mudança é gradual ou se acontecerá tudo em simultâneo.

Inicialmente os responsáveis pelo Twitter ainda pensaram aumentar o limite do número de carateres propriamente dito, mas reconsideraram por acharem que tal seria “mexer” com a essência que tem caraterizado a rede social desde início e que a diferencia das suas rivais nos dias que correm.

Com a nova fórmula, a utilização de qualquer conteúdo multimédia numa mensagem deixa de entrar na contabilidade para o número de carateres permitidos. Isso vale para imagens, GIFs, vídeos ou citações (quote tweets), acessórios que hoje se convertem em links que podem gastar até 23 caracteres. 

Outra informação que deixa de “roubar” carateres às mensagens é o nome do destinatário, sempre que a mensagem publicada for uma resposta a alguém. Agora não é assim, e sempre que alguém começa uma mensagem com um @nomedoperfil está a reduzir o número de letras disponíveis para escrever aquilo que realmente interessa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.