No mês passado a Microsoft anunciou um conjunto de alterações às condições de utilização do OneDrive. Mudanças mais importantes: o armazenamento sem limites para clientes Office 365 deixará de ser uma opção. Para quem tem uma conta com um limite de 15 GB, o espaço disponível vai cair para 5 GB e a oferta de 15 GB extra para guardar fotos no serviço desaparece.  

Na altura a empresa explicava que as alterações ao serviço eram uma consequência da utilização abusiva de alguns utilizadores e dava exemplos de alguns clientes que levaram até 75 TB de informação para a cloud, sem pagar nada por isso.

Agora a Microsoft pede desculpa pela forma como comunicou as alterações à política de utilização do OneDrive, frisando que as práticas abusivas foram levadas a cabo por um pequeno número de utilizadores.

Na mesma nota a empresa esclarece que quem hoje tem uma quota de armazenamento sem limites vai poder mantê-la durante mais 12 meses. Só depois desse prazo entram em vigor as novas regras para quem usa as versões Office 365 Home, Pessoal e Universidades: 1 TB de espaço para armazenamento no OneDrive.

Quem usa o serviço de forma totalmente gratuita, sem qualquer associação a outros produtos Microsoft, vai ter acesso a uma licença do Office 365, que durante um ano lhe dará acesso sem custos à suite de produtividade da Microsoft. Associado a isso vem 1 TB de espaço para armazenamento, informações que a Microsoft partilhou logo quando anunciou a alteração mas que agora decidiu reforçar. 

A única novidade que a fabricante realmente vem revelar com esta nova nota sobre o assunto é indicar que será também possível manter os 15 GB extra para fotos. Quem já usufrui desta oferta pode estendê-la por mais um ano se até ao final de janeiro for ao site do serviço e pedir para a manter.   

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.