A Netflix anunciou a celebração de uma parceria com a Microsoft para o desenvolvimento de um plano baseado em publicidade. Na quarta-feira, a tecnológica de Redmond confirmou que vai colaborar neste projeto com o seu conhecimento técnico e comercial.

Sabe-se que foram considerados outros potenciais parceiros, nomeadamente a Google e a Comcast. A Netflix justificou a preferência pela Microsoft com as "provas" que a gigante tem dado no apoio aos seus clientes.

"A Microsoft ofereceu a flexibilidade de inovar com o tempo, tanto no departamento tecnológico, como no departamento comercial. A isto somam-se as garantias de proteção da privacidade dos nossos clientes", explicou Greg Peters, Chief Operating Officer da plataforma de streaming. Importa também ressalvar que poderá ter pesado na decisão o facto de a Microsoft não contar com um serviço de streaming concorrente.

Netflix e Prime Video lideram os serviços de streaming em Portugal no primeiro trimestre do ano
Netflix e Prime Video lideram os serviços de streaming em Portugal no primeiro trimestre do ano
Ver artigo

Foi no passado mês de abril que Reed Hasting revelou que a Netflix estava a explorar formas de disponibilizar planos mais baratos aos seus clientes. A notícia foi dada no seguimento da publicação do relatório que dava conta da perda de mais de 200 mil subscritores no primeiro trimestre de 2022. O CEO afirmou que a empresa queria finalizar estes novos planos entre 2022 e 2023.

A Netflix deverá publicar mais um relatório de contas na próxima terça-feira. A CNBC noticia que a empresa já comunicou aos acionistas que poderá ter perdido até 2 milhões de subscritores nos últimos três meses.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.