As quatro maiores editoras discográficas do mundo juntaram-se para lançar um novo formato de música para download, que vai incluir a digitalização dos conteúdos em papel que normalmente acompanham o CD, bem como vídeos e outros extras.

Capas, letras, fotografias e afins vão passar a acompanhar o "pacote" descarregado pelos clientes de música online. O novo formato é fruto de uma parceria entre a Sony, Warner, Universal e EMI e deverá ver a luz do dia em Novembro, garante o The Times.

Segundo o jornal, os responsáveis pelo projecto prevêem que a disponibilização do novo formato venha impulsionar as vendas de álbuns online, cujo aumento nunca compensou o decréscimo das vendas de CDs registado com o advento da música na Internet.

Apesar da relação entre os singles vendidos online e os vendidos em lojas físicas ser bastante satisfatória - com nove em cada dez vendas a serem efectuadas em plataformas online - as vendas de álbuns completos nunca acompanharam a tendência.

Diz-se que as editoras contactaram a Apple, há cerca de 18 meses, com um plano para "revitalizar" os downloads de álbuns - o projecto CMX. Propunham o desenvolvimento em conjunto de uma nova forma de comercializar álbuns online, que incluísse extras no download.

A empresa de Steve Jobs terá recusado a oferta e sabe-se que se encontra actualmente a trabalhar no seu próprio formato, designado de Cocktail, que espera estar em condições de lançar no espaço de dois meses.

Ao The Times, um dos representantes das editoras não esconde algum ressentimento: "a Apple primeiro disse não estar interessada, mas agora decidiu investir no seu póprio (formato), para o caso do nosso funcionar", afirmou.

De acordo com a mesma fonte, os novos ficheiros terão uma aparência totalmente inovadora, com uma página inicial e várias opções. O cliente "não terá apenas acesso a 10 faixas, vai ter direito às imagens, aos vídeos e aos extras para o telemóvel", explicou.

O novo formato será introduzido no mercado de forma faseada, começando por acompanhar alguns lançamentos, como o próximo álbum dos U2, por exemplo.



Nota de Redacção: Na sequência da dúvida colocada por um leitor esclarecemos que na informação que serviu de fonte à notícia, publicada originalmente no The Times, não há informação sobre se a nova tecnologia usará ou não DRM. Essa permanece aliás uma importante dúvida por esclarecer.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.