Nesta década, o serviço que nasceu na Estónia suportou o equivalente a 2,6 milhões de anos de conversas, distribuídas por 1,4 triliões de minutos de chamadas de voz e vídeo. Só no segundo trimestre deste ano, a plataforma permitiu realizar 162 mil milhões de minutos de conversação, num crescimento de 41% face ao período homólogo.



A evolução espelha a integração crescente do serviço nas ofertas da Microsoft, que há cerca de dois anos comprou a tecnologia, mas também é um sintoma da substituição crescente dos canais de comunicação tradicionais pelas comunicações de voz e vídeo realizadas através do PC. Uma alternativa que mudou completamente ao mercado, ao transformar comunicações que nestes canais tradicionais são pagas, por comunicações gratuitas.



Na versão original, lançada na Estónia por um dos dois fundadores - o sueco Niklas Zennstroem, e o dinamarquês Janus Friis - o Skype permitia apenas comunicações de voz entre PCs. Nos últimos anos as funcionalidades multiplicaram-se e o vídeo juntou-se à voz. O PC também deixou de ser o ambiente por excelência para usar a tecnologia, que hoje está igualmente acessível através de outros suportes, como a telemóvel ou tablet.



As perspetivas de evolução seguem na mesma linha e o objetivo é continuar a levar o serviço ao maior número possível de suportes e contextos, garante a Microsoft.
A integração em marcha do Skype no Outlook.com é um dos passos mais significativos da era Microsoft nesse sentido, como já tinha sido o desaparecimento do Messenger em favor da tecnologia.



Mas a gigante do software promete outros passos, igualmente determinantes para banalizar mais ainda o uso da tecnologia. A integração na Xbox One, ou no novo Windows 8.1, são exemplos apontados pela empresa que pagou 8,5 mil milhões de dólares pela plataforma.



Antes de chegar à Microsoft, o Skype passou pelas mãos do eBay, que adquiriu o serviço em 2005, e do fundo Silver Lake, que o vendeu há cerca de dois anos à Microsoft. Pelo caminho, o valor da tecnologia - que sempre continuou a crescer no número de utilizadores - nunca esteve em causa, mas a forma de a potenciar nem sempre foi clara para as empresas que a detinham. A Microsoft pode ter encontrado a chave.



Vale ainda a pena referir que a assinalar a primeira década de vida, o Skype oferece aos clientes 30 minutos de acesso gratuito ao Skype WiFi, que podem ser reclamados até 1 de setembro e gozados durante os 30 dias seguintes.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.