A Internet e a relevância de estar ligado ao mundo por esta via foram temas com espaço na agenda dos líderes mundiais que participaram no encontro das Nações unidas do último fim-de-semana.

Garantir o acesso universal à Internet até 2020 foi um dos 17 Objetivos Globais para o Desenvolvimento Sustentável, que na última sexta-feira receberam o voto favorável de 193 países.  

Os princípios são objetivos globais para um modelo de desenvolvimento sustentável e resultam de um compromisso que demorou para ser encontrado. Também preveem outras metas ambiciosas, como o fim da fome no mundo até 2030.

Com o objetivo de dar força às palavras e pressionar os líderes políticos a compromissos que não fiquem apenas no papel, um conjunto de personalidades ligadas à tecnologia e às artes, aproveitaram o evento para apresentar a Declaração da Conectividade.

O documento não é mais do que um manifesto que vai ao encontro dos objetivos traçados pelos países membros, mas que frisa a urgência da missão, como forma de promover o acesso ao emprego, aos serviços públicos e ao conhecimento.

Mark Zuckerberg, Bill Gates ou Richard Branson estão entre os signatários. Jimmy Wales ou Shakira figuram na mesma lista, tal como Bono Vox e muitos outros nomes conhecidos, que quiseram assinalar a sua convicção de que a Internet é uma peça fundamental para o desenvolvimento e a igualdade de oportunidades.

A lista de entidades que apoiam o manifesto é grande e pode ser consultada online, no mesmo site onde qualquer cidadão pode também juntar-se à causa. 

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.