A Polícia Judiciária deu ontem a conhecer um novo caso de phishing. Segundo as autoridades, dois jovens de origem sul-americana utilizavam dados de contas bancárias obtidos de forma fraudulenta para adquirirem bens através da Internet. No total, o valor das compras dos jovens de 25 e 26 anos chegaram às dezenas de milhar de euros entre, principalmente, material informático e de alta-fidelidade.

Após um mês de investigações por parte da PJ, os dois suspeitos foram apanhados em flagrante delito quando recolhiam artigos comprados online e um terceiro elemento foi considerado arguido.

A operação teve início quando uma loja lisboeta detectou algo anómalo numa compra efectuada por via electrónica, facto que levou os seus responsáveis a comunicar o caso às autoridades que pediram a colaboração da equipa de detecção de fraude bancária.

Contactada pelo Jornal de Notícias, a PJ declara que "acredita estar na presença de uma rede internacional, que poderá até estar a fazer a recolha fraudulenta dos dados bancários a partir do estrangeiro" e que os elementos detidos possam apenas ser usados para recolha dos bens nas lojas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.