Ray Tomlinson é um engenheiro informático que foi responsável pela invenção de uma das maiores tecnologias de comunicação do século XX. Contudo, o seu nome não ficou na história, tal como os de Samuel Morse - inventor do telégrafo - e de Alexander Graham Bell - "pai" do telefone.



Algures durante o Outono de 1971 há cerca de 30 anos - Tomlinson não se lembra ao certo do mês -, este engenheiro de Cambridge, no estado de Massachusetts, enviou aquilo que pode ser considerada a primeira mensagem de correio electrónico ou email. Há três anos atrás, em declarações à revista Pretext, afirmou: "Enviei uma série de mensagens de texto a mim próprio de uma máquina para outra."



O "pai" do email esqueceu-se completamente do conteúdo destas mensagens de texto, adiantando que "o mais provável é que a primeira mensagem tivesse escrito QWERTYIOP ou alguma coisa semelhante". Tomlinson decidiu optar pela arroba - @ - como símbolo de localização nos endereços electrónicos.



Este engenheiro trabalhava na empresa Bolt Beranek and Newman (BBN), que tinha sido contratada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos em 1968 para construir a ARPANET, a rede militar percursora da Internet.



Em 1971, estava a experimentar um programa de mensagens electrónicas chamado de SNDMSG, que ele tinha escrito para permitir que os programadores e investigadores que estavam a trabalhar no Digital PDP-10s - um dos primeiros computadores da ARPANET - trocassem mensagens entre si.



Mas esta tecnologia ainda não se podia designar como email, efectivamente. Tal como uma série de outros programas semelhantes, o SNDMSG apenas funcionava localmente. Estava desenhado para permitir a troca de mensagens entre utilizadores que partilhavam a mesma máquina. Estes podiam criar um ficheiro de texto e entregá-las a uma determinada caixa de correio.



Antes de trabalhar com este software, Tomlinson tinha utilizado um protocolo experimental de transferência de ficheiros chamado CYPNET, para o envio de ficheiros entre os computadores ligados dentro da ARPANET em locais remotos. Lembrou-se então que o CYPNET poderia anexar tão rapidamente material para um ficheiro de caixa de correio como o SNDMSG.



Devido ao modo como o CYPNET foi originalmente escrito, enviava e recebia páginas, mas não estava programado para anexar um ficheiro. Assim, ele adaptou este programa para utilizar o SNDMSG de modo a entregar mensagens para caixas de correio em máquinas remotas, através da ARPANET.



O que Tomlinson fez de seguida foi algo que revolucionou a história da comunicação. Em primeiro lugar, ele escolheu o símbolo @ para distinguir entre as mensagens destinadas a caixas de correio na máquina local e as que se dirigiam para a rede. De seguida, enviou a si próprio uma mensagem de email. A BBN tinha dois computadores PDP-10 ligados entre si através da ARPANET. A mensagem viajou através da rede entre duas máquinas na mesma sala em Cambridge.



Depois de se ter assegurado que o SNDMSG funcionava na rede, enviou uma mensagem aos seus colegas avisando-os da nova funcionalidade, com instruções para colocar uma @ entre o nome do utilizador e o do seu computador. O novo programa de Tomlinson tornou-se imediatamente na primeira killer application - uma aplicação que determina o sucesso de uma tecnologia. Dois anos mais tarde, um estudo indicava que 75 por cento de todo o tráfego de dados na ARPANET era de email.



Tomlinson continua, ao fim de todos estes anos, na BBN, tendo trabalhado em tudo desde protocolos de redes à construção de supercomputadores.

Notícias Relacionadas:

2001-07-13 - Resto do Mundo ultrapassa EUA no envio de email

2001-05-15 - Hotmail atinge os 100 milhões de utilizadores

2001-02-02 - Dois mil milhões de contos anuais desperdiçados em junk email

2000-10-13 - Europeus usam mais o correio electrónico que os americanos

2000-05-11 - Email crucial para comércio electrónico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.