O mercado da publicidade para o telemóvel vale, hoje em dia, mais de 3.500 milhões de dólares, prevendo-se que esse valor cresça consideravelmente nos próximos anos, para em 2015 se situar nos 24.000 milhões.

Os dados são da Informa Telecoms & Media e foram citados por Alexandre Nilo Fonseca, durante a iniciativa Mobile Talks, que decorreu esta manhã no Centro de Congressos de Lisboa, no âmbito da Portugal Internet Week.

"Estamos numa fase em que começamos a ganhar maturidade e, consequentemente a assistir a um investimento significativo nesta área, por todo o mundo", afirmou o presidente da ACEPI.

Entre os dados que contribuem para a construção deste cenário otimista está a indicação de que cerca de 40% dos utilizadores de smartphones na Europa (Alemanha, França, Espanha, Itália e Reino Unido) dizem que fazem um uso efetivo, tanto do browser como das aplicações.

A análise, feita a partir dos números da ComScore, mostra também que a frequência com que se vê publicidade no telemóvel é cada vez maior e que a faixa etária dos 25 aos 34 anos é quem consome mais publicidade.

No mobile marketing e na mobile advertising a ligação pessoal com o dispositivo móvel faz toda a diferença. "O PC que usávamos não era verdadeiramente pessoal: era de casa, do trabalho. O telemóvel não. O telemóvel é o único dispositivo verdadeiramente pessoal e isso faz com que seja uma importante ferramenta de marketing - é o verdadeiro one to one", salientou Alexandre Nilo Fonseca, acreditando que "o mobile vai ser a 'grande revolução'".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.