Atualmente a música digital é o que é graças ao iTunes e ao modelo de comercialização da Apple. Sem dúvida alguma que o duopólio iTunes-iPod ajudou de sobremaneira os artistas a fazerem a transição para o digital e em muitos casos a aumentar receitas que nos formatos tradicionais seriam difíceis de alcançar.



Mas de acordo com números a que o The Wall Street Journal teve acesso, as receitas do iTunes em 2014 já vão com uma queda de 14% em comparação com o ano anterior. Um sinal de alerta para a tecnológica de Cupertino.



Junto das mesmas fontes o jornal norte-americano também soube que o plano de recuperação da Apple na área da música já está em marcha e envolve, obviamente, a Beats Music.



A empresa comprada este ano pela Apple por três mil milhões de dólares é composta de um serviço de música por streaming e por uma área de negócio de hardware ligado aos sistemas de som portáteis.



A Beats Music vai ser integrada na iTunes Store apenas em 2015 e os primeiros rumores apontam para um possível lançamento em fevereiro. A marca Beats pode deixar de existir, sendo que o rebranding aplicado prevaleceria a favor do iTunes.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.