A autoridade reguladora para os assuntos digitais no Reino Unido (ICO) decidiu aplicar uma multa ao Facebook na sequência do caso Cambridge Analytica. O valor, que corresponde ao máximo estabelecido por lei, é de 500 mil libras, o equivalente a 565 mil euros.

As perguntas (e respostas) mais importantes sobre o caso Cambridge Analytica/Facebook
As perguntas (e respostas) mais importantes sobre o caso Cambridge Analytica/Facebook
Ver artigo

O executivo britânico considera que o Facebook não dispunha das ferramentas necessárias para assegurar a privacidade dos seus utilizadores, e que não foi eficiente em remediar a situação depois de se ter apercebido de que a Cambridge Analytica estava a utilizar os seus dados de forma maliciosa. Recorde-se que para além de ter influenciado as eleições presidenciais norte-americanas, o grupo desenvolveu também algum trabalho no âmbito do referendo que determinou a saída do Reino Unido da União Europeia.

Note que a multa foi anunciada de forma preliminar e que esta pode ser alterada mediante um acordo entre o governo do Reino Unido e a rede social de Mark Zuckerberg. De acordo com o The Washington Post, são esperados novos desenvolvimentos no próximo mês de outubro.

"Tal como afirmámos antes, devíamos ter feito mais para investigar as alegações existentes acerca da Cambridge Analytica e devíamos ter tomado uma atitude em 2015", disse Erin Egan, responsável pelo departamento de privacidade do Facebook, em comunicado. "Temos estado a trabalhar com o Information Comissioner's Office na investigação que está a conduzir ao caso, tal como temos feito com as autoridades norte-americanas e as autoridades de outros países. Estamos a analisar a decisão do ICO e vamos responder em breve", conclui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.