De acordo com um estudo agora publicado pela Nielsen/NetRatings as visitas a sites de partilha de ficheiros diminuiu uma semana depois da indústria discográfica ter anunciado que ia processar os utilizadores deste tipo de serviços.



A mesma empresa de estudos de mercado indica que o Kazaa e o Morpheus, dois dos mais populares sites de partilha de ficheiros, registaram menos quinze por cento de utilizadores na semana que terminou a 6 de Julho. Em números brutos, este volume representa um decréscimo de nada menos que um milhão de visitantes no Kazaa e 41 mil no Morpheus.



Neste estudo, a Nilesen/NetRatings analisou o número de pessoas que subscreveram estes serviços a partir de casa na semana referida e extrapolou em seguida esses dados para estimar o número de utilizadores que visita este tipo de sites pelo menos uma vez por semana.



"Com a publicidade negativa e a ameaça de multas, alguns cibernautas parecem estar a recuar", afirma no mesmo documento Greg Bloom, analista sénior de Internet da empresa. "De qualquer forma, com milhões de utentes leais, estas aplicações não devem desaparecer num futuro próximo", conclui o mesmo.



Apesar de tudo, Greg Bloom refere que a ligação entre o decréscimo de utilizadores destes serviços e as ameaças de processo aos seus subscritores é apenas uma sugestão e que factores determinantes como a chegada das férias escolares podem ter tido forte influência nos dados recolhidos.



Notícias Relacionadas:

2003-04-04 - RIIA apresenta queixa contra novos serviços de partilha de MP3

2003-01-14 - Disputa sobre copyrights entre indústria discográfica e tecnológica perto do fim

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.