Em breve, os primeiros smartphones Android, regulamentados pela Comissão Europeia em matéria antitrust, vão ser lançados no mercado com motores de pesquisa alternativos à oferta Google, que os utilizadores podem escolher. Assim, quando um utilizador liga pela primeira vez o seu smartphone, terá à escolha quatro motores, incluindo o da Google, que funcionará por defeito nas suas pesquisas.

Os três motores de pesquisa alternativos por cada país foram escolhidos através de um leilão feito pela Google, caso a caso. A Microsoft, por exemplo, apenas conseguiu 13 países para ter o seu motor Bing selecionável, mas incluem alguns dos principais mercados, nomeadamente a Alemanha, Itália, Reino Unido, Espanha e França.

Ainda no que diz respeito a este leilão, que dá aos utilizadores optarem entre o Google Search ou três outras alternativas, a info.com ganhou slots para ser opção do Google Search em 31 países; a PrivacyWall em 22 países; a GMX em 16 países; e a DuckDuckGo garantiu oito slots em pequenos mercados. Todos os leilões têm efeito a partir do dia 1 de outubro até 31 de dezembro deste ano.

Na lista dos leilões que a Google publicou, as três alternativas para Portugal são a GMX, info.com, Yandex, além da do motor de pesquisa da gigante tecnológica.

De recordar que Bruxelas aplicou uma coima de 1,49 mil milhões de euros à Google por questões de infração das regras antitrust relacionados com o motor de pesquisa. A empresa afirmou que sempre deu a liberdade dos utilizadores instalarem qualquer motor de pesquisa nos seus smartphones Android e também os browsers, independentemente daquele que vem pré-instalado nos dispositivos quando são adquiridos. Mas depois disso, terá de ser o utilizador a escolher desde a primeira etapa qual motor de pesquisa quer instalar por defeito no seu equipamento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.