O estado do Texas processou judicialmente dois indivíduos acusados de violarem três leis respeitantes ao marketing por email e aos quais exige vários milhões de dólares de indemnização.



A procuradoria geral do Texas indicou ter apresentado queixa no Tribunal de Austin contra Ryan Samuel Pitylak, um estudante da Universidade de Texas e Mark Stephen Trotter, da Califórnia, ambos suspeitos de controlarem empresas - a PayPerAction L.L.C, a Leadplex L.L.C. e a Leadplex - responsáveis pelo envio de milhões de mensagens de spam, oferecendo serviços fraudulentos. A dupla está classificada pela empresa de segurança informática SpamHaus.org como um dos cinco maiores fornecedores de correio não solicitado do mundo.



Na opinião do advogado dos acusados a acusação não tem qualquer fundamento. "A Leadplex e a PayPerAction são empresas comerciais de Internet legítimas que estão em completa conformidade com a leis anti-spam", afirmou Lin Hughes.



A lei, que entrou em vigor no ano passado, criminaliza as tácticas que os spammers utilizam para a propagação de correio não solicitado, como títulos enganosos, endereços falsos e a utilização de outros computadores para camuflar a origem de envio das mensagens, uma técnica conhecida pelo nome de spoofing.



Segundo a procuradoria do Texas, a Leadplex e a PayPerAction são acusadas de não identificar as mensagens de correio electrónico como publicidade e de oferecer serviços para os quais não tinham licença naquele Estado.



Ao que indicaram as autoridades, o Texas trabalhou em conjunto com a Microsoft e outras empresas para montar "armadilhas" aos spammers, de modo a reunir este tipo de mensagens e localizar a sua origem.



Notícias Relacionadas:

2004-12-27 - Estados Unidos produzem a maioria das mensagens de spam que circulam no mundo

2004-10-11 - Combate ao spam reforçado com políticas cruzadas de 20 países

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.