Foi hoje apresentado o portal Transporlis, uma iniciativa que reúne em parceria todas os operadores de transportes da área metropolitana de Lisboa para fornecer informação sobre horários e alternativas de percursos.



O site é composto por cinco áreas de informação principais que disponibilizam ao utilizador informação sobre percursos de viagens, trajectos, horários de partida e chegada, tarifários praticados pelos operadores, horários para todos os dias da semana e informação complementar (roteiro).



No que se refere às indicações de percurso o utilizador pode definir critérios de viagem optando pelo trajecto com menor número de transbordos, pela ligação mais rápida, pela que acarreta menores custos ou pela que compreende menor percurso pedonal. Tudo entre uma oferta de 1.550 percursos possíveis e 14 mil locais de paragem.



Construído com base num sistema geográfico, o Transporlis pode assumir-se no futuro como uma plataforma mais vasta e albergar outro tipo de informação que tire partido das características de georeferenciação do site. No conselho de Lisboa é já hoje possível procurar farmácias e algumas informações de turismo num total de 380 pontos já cobertos, mas o objectivo é alargar oferta não só dentro de Lisboa, mas também no resto da área metropolitana.



Uma das hipóteses consideradas é a área da saúde onde o site poderia ser uma ferramenta útil para dar informação sobre hospitais, localização e percursos, sublinhou Isabel Oliveira coordenadora do sistema.



Guilhermino Rodrigues, presidente do comité de gestão da Transporlis, também referiu a possibilidade aberta com o projecto de vir a criar um call center conjunto que preste informações semelhantes às do site, também via telefone, uma vez que o trabalho de centralização da informação dos vários prestadores de serviços já está feito.



O Transporlis agrega informação fornecida pela ANA, Carris, CP, Fertagus, Metropolitano de Lisboa, Scotturb, Transportes Colectivos do Barreiro, Transportes Sul do Tejo, Transtejo, Vimeca e Rodoviária de Lisboa.



O conceito surgiu no âmbito do projecto AMMOS, desenhado para a Expo 98 e mais tarde fez reunir este conjunto alargado de parceiros. O site tem acesso directo mas também está disponível através do Transpor, uma iniciativa que procura fornecer o mesmo tipo de informação mas a nível nacional, embora para já conta apenas com dados para Lisboa e Porto.



O Transporlis já regista 60 mil visitantes únicos por mês, responsáveis por 2,5 milhões de page views.



Notícias Relacionadas:

2005-04-09 - Carris recebe mil mensagens SMS ao dia com pedidos de informação acerca de horários

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.