A 28 de agosto, Chadwick Boseman, conhecido por interpretar o papel de rei T’Challa no filme Pantera Negra da Marvel, faleceu após uma batalha de quatro anos contra o cancro do colon. Face à notícia inesperada da morte do ator de 43 anos, as redes sociais encheram-se de homenagens vindas de fãs, assim como de figuras mediáticas e do mundo da sétima arte.

No Twitter, a última publicação da conta de Chadwick Boseman alcançou um novo recorde, atingindo o estatuto de publicação com o maior número de gostos de sempre.

Ao todo, o tweet em que a família do ator confirma a sua morte e agradece a todos pelo apoio durante este momento difícil atingiu os 7,7 milhões de gostos a 29 de agosto. O número acabou por baixar para 7,4 milhões nos dias seguintes, no entanto, o seu estatuto mantém-se. Além disso, a publicação conta ainda com 3,1 milhões de retweets e comentários.

Para a história do Twitter este é um recorde com um sabor amargo e, embora comece a “perder terreno” em relação ao Instagram, o momento demonstra que a rede social liderada por Jack Dorsey não deixa de se constituir como uma fonte de informação para múltiplos utilizadores em todo o mundo.

Clique na galeria para conhecer o Top 10 de tweets com mais gostos

Recorde-se que a ocupar o segundo lugar no ranking de tweets que bateram recordes no número de gostos está uma publicação do antigo presidente norte-americano Barack Obama. O tweet publicado em 2017 e marcado pela frase “ninguém nasce a odiar outra pessoa devido à cor da sua pele, ao seu passado ou religião” conta ao todo com 4,3 milhões de gostos, 1,6 milhões de retweets e 68,3 mil comentários.

E o Tweet mais "adorado" de sempre é de... Barack Obama
E o Tweet mais "adorado" de sempre é de... Barack Obama
Ver artigo

Acompanhada por uma fotografia de Barack Obama junto de uma janela com quatro crianças de várias etnias, a publicação surgiu após os incidentes que ocorreram durante a marcha de supremacistas brancos em Charlottesville que acabou por provocar a morte de uma mulher de 32 anos e vários feridos.

O terceiro lugar do “pódio” é também ocupado por um outro tweet de Barack Obama, com 4 milhões de gostos, 674,8 mil retweets e 16,9 mil comentários. A 26 de janeiro, o antigo presidente norte-americano lamentou a morte do jogador de basquetebol Kobe Bryant e da sua filha, Gianna Byant, num trágico acidente de helicóptero.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.