A China está prestes a impedir a utilização de redes privadas virtuais (VPNs) no país e, de acordo com a Bloomberg, a proibição pode entrar em vigor já em 2018.

Citadas pela agência norte-americana, fontes ligadas ao assunto afirmam que o governo chinês já começou a endereçar ordens de bloqueio sobre estas redes a várias operadoras públicas de telecomunicações e mais indicam que as empresas deverão começar a bloquear os acesso a partir do próximo dia 1 de fevereiro.

Utilizar uma VPN nos EAU pode valer uma multa de...meio milhão de euros
Utilizar uma VPN nos EAU pode valer uma multa de...meio milhão de euros
Ver artigo

Apesar de a informação não estar oficialmente confirmada pelo executivo chinês, o ministro da Indústria e das Tecnologias da Informação do país disse, no início deste ano, que todas as VPNs necessitariam de uma aprovação do governo para operar em território chinês. A medida foi comunicada como uma forma de "limpar" a internet de conexões não autorizadas.

Muitos utilizadores chineses recorrem à tecnologia de VPN para aceder a websites que estão bloqueados na China, tais como o Facebook e o Twitter. Não é certo, neste momento, que a aplicação destas restrições afetem a atividade das empresas que utilizam este método para assegurar, por exemplo, a proteção dos seus dados e o acesso às redes internas da empresa.

A "Grande Firewall da China" já bloqueia algumas VPNs desde 2015, mas, a confirmar-se a aplicação desta medida, todas elas terão acesso interditado a partir de 2018.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.