Com base nas ameaças que os utilizadores enfrentam actualmente ao navegar na Internet, o World Wide Web Consortium (W3C) decidiu criar um novo grupo de trabalho ao qual chamou Security Context.



O objectivo é tornar a Web um espaço de navegação de confiança, assente em novas normas que capacitem os browsers para um trabalho mais fiável, ajudando os utilizadores na tomada de decisões que não ameacem a sua segurança online.



Tim Berners-Lee, director do consórcio, defende em comunicado que quando se navega na Internet o browser utilizado deve ajudar o utilizador a entender quem são os responsáveis pelas páginas visitadas já que apesar "de existir muita tecnologia de segurança", os utilizadores "necessitam de maior ajuda para que não sejam enganados".



Para levar a cabo a sua missão o grupo precisa de chegar a um consenso acerca das informações que os utilizadores necessitam que os browsers transmitam, para se certificarem do seu "contexto de segurança", e a forma como a poderão fazer chegar ao utilizador para que ele se consciencialize dos perigos existentes.



Outro dos objectivos é sugerir formas que tornem estes programas menos vulneráveis às ameaças muitas vezes ocultadas pelos interfaces utilizados para registar possíveis ataques.



O novo Security Contest Work Group é o resultado de um workshop sobre Usabilidade e Transparência da Autenticação da Web - realizado em Março deste ano - que juntou empresas como a HP, Google, Mozilla, Nokia, Sun, entre muitas outras, a líderes da comunidade financeira online para discutir as ameaças na rede.



Este workshop demonstrou o interesse das organizações no tema pelo que a W3C prevê que a nova fundação reuna uma forte colaboração de criadores de browsers, especialistas na área da segurança, institutos de pesquisa, entidades financeiras e utilizadores finais.



O Security Context terá as suas acções coordenadas com outras organizações que já possuem algum know-how no sector, tais como a IETF, OASIS e a Liberty Alliance e conduzirá o seu trabalho sob as políticas da W3C.

Notícias Relacionadas:

2006-10-02 - Computadores portugueses estão entre os mais afectados por redes bot

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.