O mercado das colunas inteligentes começou (em grande) com a Amazon a lançar a Echo, suportada pela assistente Alexa e, a partir deste ponto, começou a existir um novo segmento no qual a Apple e a Google já se aventuraram. Dizia-se que a Samsung ia seguir os mesmos passos mas, recentemente, a empresa parece ter mudado de ideias e vai abandonar, para já, o projeto.

Num mercado que começa a ganhar alguma relevância junto das empresas e dos consumidores, e que a Global Market acredita que vai crescer para valores acima dos 13 mil milhões de dólares por volta de 2024, a Xiaomi chegou-se à frente e apresentou a Mi AI.

Ao que é indicado pela empresa, a coluna conta com seis microfones para conseguir detetar o som proveniente num ambiente em 360º, emite som estéreo, consegue ligar-se a serviços de terceiros e a aplicações de streaming de música. Permite ainda atender chamadas, criar lembretes, etc.

O preço é, sem dúvida, um grande ponto de destaque neste equipamento que, em comparação à concorrência que tem colunas acima dos 200 dólares, a Mi AI custa cerca de 45 dólares. Inicialmente vai estar disponível apenas na China e será lançada algures no mês de agosto.

Não existem certezas sobre a possibilidade da coluna inteligente da Xiaomi ser lançada fora do país de origem, mas não deixa de ter grandes hipóteses uma vez que pode vir a dominar um dos maiores mercados mundiais.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.