Depois da Amazon ter sido ordenada por um tribunal federal norte-americano a reembolsar dezenas de milhões de dólares gastos, a tecnológica começou hoje a realizar os primeiros pagamentos. Em causa estão mais de 70 milhões gastos sem autorização, por crianças, em compras in-app feitas em aplicações gratuitas. O valor foi estabelecido em acordo entre a empresa e a Federal Trade Comission.

A Amazon está a enviar mails e mensagens privadas a todos os utilizadores visados.

A devolução desta quantia coloca um ponto final numa batalha legal iniciada em 2014. Na altura, a FTC processou a Amazon por ter lançado o Kindle Fire OS no mercado com as opções de controlo parental desligadas.

De acordo com a agência governamental, que é responsável pela proteção dos consumidores dos EUA, as crianças que utilizavam apps neste sistema podiam realizar compras com valores até 99 dólares sem precisar de uma password.

Apple e Google também foram visadas, mas chegaram rapidamente a acordo com a agência, ao contrário da Amazon que contestou várias decisões dos tribunais neste âmbito. A tecnológica de Cupertino acordou reembolsos na ordem dos 33 milhões de dólares, ao passo que a Google se ficou pelos 19 milhões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.