A agenda da missão, organizada pela ApexBrasil, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada do Brasil em Lisboa "contempla ações de negócios e de imersão no ecossistema de inovação de Portugal e a participação no Web Summit 2023 com o Pavilhão Brasil", detalhou à Lusa a agência brasileira.

O número de startups e empresas da delegação mais do que duplica em relação a 2022, quando participaram 80 empresas, no ano de estreia do Pavilhão Brasil na Web Summit Lisboa.

Agora, para além das 85 startups e 100 empresas, sublinhou a Apex, "outras delegações compostas por mais de 500 empreendedores brasileiros devem se reunir no Pavilhão do Brasil durante o Web Summit Lisboa 2023".

A maior delegação já organizada pelas autoridades brasileiras "selecionou empresas com soluções inovadoras e escalonáveis e promove a diversidade regional e a inclusão de género", frisou a agência vinculada ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Em setembro, o presidente da Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil (FCPCB) disse à Lusa ambicionar levar 150 empresários brasileiros à Web Summit em Lisboa, com a colaboração de vários parceiros, entre os quais a própria Apex.

A maioria dos empresários brasileiros da delegação que estará presente em novembro, em Lisboa, entre os dias 13 e 16, serão das áreas das novas tecnologias, startups e fintech, detalhou.

A Web Summit vai decorrer em Lisboa de 13 a 16 de novembro, sendo esperadas 2.600 startups e cerca de 70 mil participantes.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.