Embora não se conheçam os valores financeiros, a Apple chegou a acordo para o pagamento de royalties "passados e futuros" à E-Data Corporation, uma empresa que tem patenteada na Europa e Estados Unidos o processo de download e gravação de informação de computadores para outros dispositivos, nomeadamente CDs, DVDs e leitores MP3.



Conhecida como "Freeny", a patente da E-Data descreve um "sistema e método de distribuição [comercial] de conteúdos digitais sobre redes electrónicas e wireless ", um conceito que segundo as reivindicações da empresa em questão para exigir o licenciamento da sua propriedade intelectual, preside à forma de funcionamento da iTunes Music Store da Apple.



A patente Freeny cobre o downloading e a gravação de informação, como por exemplo música, de um computador para um objectivo tangível, como um CD, um DVD ou um leitor MP3 e a plataforma iTunes possibilita aos clientes da Apple descarregarem faixas musicais pagas através da loja, explica a E-Data no comunicado onde dá a conhecer o acordo.



A E-Data reivindicou que a iTunes Music Store infringiu a patente, obrigando a que a Apple se juntasse às cerca de 30 outras empresas que entretanto já licenciaram o sistema.



Notícias Relacionadas:

2004-07-02 - iTunes ultrapassa os 100 milhões de músicas vendidas

2004-06-16 - iTunes da Apple chega à Europa faseadamente

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.